Free cookie consent management tool by TermsFeed

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

  Menu   Conteúdo   Busca   Lei Geral de Proteção de Dados   Acessibilidade
  Fonte Maior   Fonte Maior   Fonte Padrão
  Cor Original   Contraste
Notícias

CRF-PR faz campanha para incentivar letra legível nas prescrições


Fonte: Assessoria de Comunicação CRF-PR
Data de publicação: 4 de outubro de 2023

1.jpg
11.jpg
9.jpg
4.jpg
8.jpg
3.jpg
6.jpg
10.jpg
2.jpg
5.jpg

No mês de setembro, o CRF-PR lançou uma campanha pela conscientização dos profissionais da saúde sobre a importância da clareza no preenchimento da prescrição. A ação tem o objetivo de conscientizar além dos profissionais, a população sobre a importância da escrita legível na hora de indicar os medicamentos.

A legibilidade das receitas é obrigatória e está prevista inclusive na Lei Federal nº 5.991/73. Em seu artigo 35, alínea A, a lei diz que somente será aviada a receita que estiver escrita por extenso e de modo legível, observados a nomenclatura e o sistema de pesos e medidas oficiais. Também está previsto no referido dispositivo legal que a receita deve conter o nome e, expressamente, o modo de usar a medicação, além da data e da assinatura do profissional e o número de inscrição no respectivo conselho profissional, além do endereço de ambos. No caso dos médicos, a inobservância do preceito legal também fere o Código de Ética Médica. O capítulo III, artigo 11, veda ao médico “receitar, atestar ou emitir laudos de forma secreta ou ilegível”.

As receitas ilegíveis são problemas que caem nas mãos do farmacêutico que fazem o exercício da interpretação, na tentativa de ajudar o paciente. No entanto, esse é um problema gravíssimo e que pode provocar erro na dispensação e colocar a saúde do paciente em risco.

A campanha de conscientização promovida pelo Conselho “Decifrar não é sua obrigação. Nem do Farmacêutico. – Receita Legível é direito seu. A informação sobre a saúde é um direito de todos”, circulou em todo o Estado, de 12 a 25 de setembro, em mídias offline, como: painéis eletrônicos, busdoor, entre outros e online – mídias sociais, site e outras divulgações na internet. Teve uma média de mais de 1 milhão de pessoas impactadas, com mais 100 mil inserções entregues.

A campanha repete o roteiro bem-sucedido da ação promovida em anos anteriores. Porém, essa edição surge em um momento em que a prescrição de medicamentos vem sendo cada vez mais digitalizada. Entretanto, farmacêuticos de todo o Brasil ainda recebem, diariamente, prescrições ilegíveis nos balcões das farmácias.

Confira as fotos de alguns pontos.


upload_file
Baixa de Responsabilidade Técnica

Baixa de Responsabilidade Técnica

newspaper
Recurso de Auto Infração

Recurso de Auto Infração

sync
IRT

Ingresso de Responsabilidade Técnica.

content_copy
Cópia de PAF

Cópia de PAF

folder
Registro

Registro

info
Defesa de Auto de Infração

Defesa de Auto de Infração




Redes Sociais

topo